Seara Alimentos compra Adelle Foods, de Seberi | Pecuária | Notícias | Novo Rural
FREDERICO WESTPHALEN - RS
PUBLICIDADE
Seara Alimentos compra Adelle Foods, de Seberi
Sexta, 26 de Abril de 2019
Sede da Adelle em Seberi ficará com a Seara Alimentos (Divulgação)

    A Adelle Indústria de Alimentos, processadora de carne suína, situada em Seberi, foi vendida para a Seara Alimentos Ltda do Grupo JBS. De acordo com nota oficial divulgada pela empresa nesta sexta-feira, dia 26, a transação resultou numa permuta de ativos, incluindo abatedouro de suínos e fábrica de industrialização. 
    À reportagem do jornal O Alto Uruguai, o diretor-presidente da Adelle, Leonir Balestreri, disse que está em São Paulo e que, conforme a negociação, a Adelle ficará com a planta do frigorífico de carne suína, sediada em Frederico Westphalen, e com a fábrica de ração da JBS, às margens da BR-386. 
    – Recebemos o frigorífico de Frederico Westphalen no negócio, pois foi feito uma permuta. Não tínhamos outra saída, pois nosso endividamento era muito alto em decorrência de três anos muito difíceis. Tivemos prejuízos em 2016 pela forte recessão, altos custos de milho, o agravante do episódio da Operação Carne Fraca e, ainda, a greve dos caminhoneiros. Foram prejuízos significativos, tivemos que vender para não contaminar os demais negócios – disse Balestreri.
    A Adelle Foods foi inaugurada em abril de 2015, com um investimento superior a R$ 160 milhões em todo o complexo. Na época, o frigorífico tinha a capacidade máxima de abater quatro mil suínos ao dia e gerou em torno de mil empregos. A área do complexo é de 450 mil metros quadrados, o que equivale a 45 hectares. Deste total, 51 mil metros são ocupados com benfeitorias, como áreas de acesso, pátios e construções. Dentro desses 51 mil, 27 mil metros quadrados é a área construída especificamente para os edifícios e prédios, incluindo portaria, casa de carnes, escritório, fábrica, estacionamento, vias de acesso e lagos para tratamento de efluentes e água.
    À Agência Reuters, a JBS revelou que o valor da transação foi de R$ 235 milhões. Ainda segundo a JBS, a unidade de Seberi vai contribuir com a estratégia da empresa no processamento de suínos e produtos preparados, incluindo presunto, linguiça e bacon.
    Ainda à Reuters a JBS revelou que a aquisição será paga por meio da doação de R$ 80 milhões em pagamento do Frigorífico Frederico, localizado em Frederico Westphalen. Além disso, R$ 115 milhões do valor do negócio referem-se à assunção de dívidas da Adelle e R$ 40 milhões serão pagos em moeda corrente. A conclusão da operação depende de aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

 

Fonte: Da Redação, com informações do Jorna O Alto Uruguai e Agência Reuters
MAIS FOTOS
COMENTÁRIOS