Nanotecnologia surge como solução dos gargalos da indústria de calcário | Tecnologia | Notícias | Novo Rural
(54) 3194-0098 | (55) 99960-4053
PUBLICIDADE
Nanotecnologia surge como solução dos gargalos da indústria de calcário
Embrapa e Pirecal trabalha em um novo projeto que deverá aperfeiçoar um dos processos industriais de relevância aos produtores brasileiros
Quinta, 07 de Outubro de 2021
Divulgação

A Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília-DF) trabalha em um novo projeto que, dentro de 36 meses, deverá aperfeiçoar um dos processos industriais de relevância aos produtores brasileiros: a produção de calcário com tecnologias avançadas que, entre outras características, vão potencializar os efeitos corretivos de acidez do solo.

O processo de desenvolvimento das novas tecnologias voltadas a atender esse setor da agroindústria já foi iniciado, conforme o pesquisador Luciano Paulino, líder do projeto sobre esse tema. O trabalho de pesquisa e de transferência de tecnologia nesse sentido ocorre em parceria com a Pirecal Calcário. Segundo Líria Godinho Braz, diretora da empresa, esse é o primeiro contrato com a Embrapa e há uma grande expectativa quanto a inovação que deverá ocorrer a partir do uso de nanotecnologia para solucionar os gargalos atualmente enfrentados pela Pirecal quanto ao volume do produto e seus reflexos na cadeia - desde a indústria, passando por custos de transporte e a utilização do calcário na área de plantio.

 "Acreditamos que o desenvolvimento de produtos inovadores, personalizados, otimizados e que atendam a todas as necessidades do nosso cliente é o principal benefício desta parceria", diz a empresária Líria Braz.

O pesquisador Luciano Paulino comenta que além do aperfeiçoamento do processo industrial, outro objetivo do projeto é prevenir a perda excessiva de produto por ganhos de umidade - seja durante o armazenamento ou no transporte. "A Pirecal poderá produzir calcário com características aperfeiçoadas de acordo com os gargalos do setor, contribuindo para maior produtividade agrícola".

Fonte: Da redação, com informações Embrapa
MAIS FOTOS