SmartCoop possibilita primeira compra conjunta de insumos por cooperativas | Tecnologia | Notícias | Novo Rural
(54) 3194-0098 | (55) 99960-4053
PUBLICIDADE
SmartCoop possibilita primeira compra conjunta de insumos por cooperativas
Por meio da ferramenta digital, seis cooperativas adquiriram fertilizantes utilizando a intercooperação em uma iniciativa inédita
Terça, 28 de Setembro de 2021
Divulgação

Com a ajuda do aplicativo SmartCoop, seis cooperativas gaúchas efetuaram a primeira compra conjunta de fertilizantes pela plataforma lançada em abril deste ano. Unidas em um trabalho de intercooperação, Cotrijuc, Coopatrigo, Coopermil, Santa Clara, Coopibi e a Cotripal adquiriram os insumos pelo módulo de compras digital da plataforma.

Segundo o superintendente da CCGL e coordenador da SmartCoop, Guillermo Dawson Junior, esta foi uma ação inédita onde as cooperativas agregam suas demandas através da plataforma digital e compram fertilizantes por este sistema.  “Foi a primeira aquisição de insumos agrícolas, no caso de fertilizantes, Os ganhos nesse processo são relacionais. Os compradores das cooperativas se reúnem, verificam as suas demandas, colocam seu pedido na plataforma, por suas vez os fornecedores colocam suas propostas e por último a plataforma escolhe a melhor opção.”, destaca.

Dawson explica que fornecedores e cooperativas terão ganhos relacionais pois há uma simplificação do processo de venda, trazendo por consequência um aumento de escala e uma redução de custos para ambos lados da negociação.  “Se as cooperativas conseguem comprar por melhor preço, elas se tornam mais competitivas e com isso podem vender para os produtores também com ganhos, para esses se tornarem mais competitivos e aumentarem a sua renda. Então, essa primeira compra é emblemática, muito relevante, abre o caminho para que outros produtos também possam ser trabalhados na plataforma”, observa.

O presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado do Rio Grande do Sul (FecoAgro/RS), Paulo Pires, afirma que a entidade está empenhada neste processo da SmartCoop e que esta questão da aquisição de insumos é mais um objetivo cumprido. "É mais uma meta que se atinge e que é um propósito da SmartCoop. Temos dois eixos, um que trata do produtor e da interação que ele tem com a plataforma na cooperativa singular e outro lado é a organização das cooperativas por meio da intercooperação entre elas para se tornarem mais eficientes e competitivas. Com essa compra de insumos ou de qualquer outro ítem que exista uma demanda por parte das cooperativas, nos traz um instrumento interessante nas mãos no qual temos que exercitar. Esse é o grande desafio, o de exercitar atitudes e ações em conjunto", destaca.

O coordenador da SmartCoop reforça que há várias demandas abertas na plataforma e com fornecedores colocando as suas propostas. Entre as demandas que estão abertas estão itens como materiais de escritório, equipamentos de TI, insumos agrícolas e insumos industriais.

Fonte: Da redação, com informações AgroEffective
MAIS FOTOS