John Deere conecta pulverizador ao 5G e demonstra benefícios do campo conectado | Tecnologia | Notícias | Novo Rural
(54) 3194-0098 | (55) 99960-4053
PUBLICIDADE
John Deere conecta pulverizador ao 5G e demonstra benefícios do campo conectado
Membros do poder público e da iniciativa privada acompanharam a exibição na Faculdade de Engenharia de Sorocaba, em São Paulo
Segunda, 28 de Junho de 2021
Divulgação

A John Deere fez nesta sexta-feira, dia 25, uma demonstração de um pulverizador M4000 conectado à rede 5G durante um evento de inauguração do 5G Smart Campus Facens, pela Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens), em parceria com a Ericsson, a Embratel e a Claro. A solenidade contou com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, da ministra da Agricultura, Tereza Cristina; do ministro das Comunicações, Fábio Faria; e do ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.

O diretor do Grupo de Soluções Inteligentes (ISG) da John Deere para América Latina, Rodrigo Bonato, reforçou que a conectividade rural desbloqueará todo potencial tecnológico da agricultura de precisão e vai democratizar o uso da internet áreas rurais, com soluções sem custos ao agricultor. "Tivemos uma revolução com os dados em nuvem e os aplicativos móveis. Agora a conectividade rural permitirá ao agricultor dar o passo à frente, ampliando a sustentabilidade de suas operações, seja pelo aspecto econômico, seja pelo aspecto ambiental. Precisamos", ressalta o diretor da John Deere.

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, disse que, ao dobrar a conectividade no campo, haverá um aumento de 4,5% no valor bruto da produção agropecuária brasileira, injetando cerca de R? 47 bilhões na economia do País. "Tivemos aqui uma demonstração do que é a agricultura moderna, de precisão e sustentável que o País já sabe. Vamos fazer muito mais com a conectividade democratizada. Hoje podemos mostrar do que somos capazes. Podemos fazer muito mais. Esse é o caminho da agricultura moderna", celebrou a ministra.

O pulverizador M4000 foi lançado na Agrishow de 2019 e tem como diferencial o ExactApply, um sistema inteligente de pontas que proporciona mais precisão na aplicação dos insumos, além de melhorar a qualidade de cobertura - tudo de forma automatizada. Ou seja: a própria máquina faz a leitura e aplica a quantidade de produto correta, no local necessário. O sistema é também sinônimo de sustentabilidade, pois evita o desperdício de insumos durante a pulverização e gera economia para o agricultor. O M4000 possui 120 processadores e até uma estação meteorológica que asseguram as condições ideias para a aplicação.

Durante a demonstração na Facens, todo o monitoramento em tempo real da aplicação foi realizado utilizando a rede 5G. "É importante comprovarmos a importância da conectividade e como pensamos na evolução da capacidade de internet no campo para evolução da autonomia dos equipamentos. Com ela, apenas neste pulverizador, temos uma assertividade de 98% na aplicação, um uso otimizado em 77% menos herbicida, a possibilidade de trabalhar em mais de um modo de ação desses insumos e redução em 83 vezes na criação de resistência nas plantas daninhas", enumerou Bonato.

Conexão desbloqueando benefícios

Os equipamentos da John Deere podem ser conectados ao Operations Center, que possibilita ao produtor mensurar tudo o que foi planejado e executado, receber mapas de solo, plantio, pulverização e colheita, além de dados de operação da máquina, como consumo, disponibilidade, capacidade e dados de gestão da frota. O produtor também pode agregar à plataforma dados de seus consultores, parceiros agronômicos e até mesmo do mercado - sem esquecer que equipamentos de outros fabricantes também podem ser incluídos, ainda mais se pensamos que grande parte dos agricultores possui frota mista.

Durante a pandemia, a companhia reforçou seu compromisso com os clientes e parceiros por conta da atuação próxima, mesmo que à distância, de sua Rede de Concessionários. Com o Centro de Soluções Conectadas (CSC), foi possível realizar mais de 85% dos atendimentos remotamente, o que permitiu que os equipamentos voltassem antes ao trabalho, gerando economia de tempo e dinheiro aos produtores brasileiros.

"Mais importante do que falarmos em conexão das máquinas, temos pensar na conexão das pessoas. É necessário que a população rural seja conectada. Os nossos projetos recentes têm como foco as pessoas, e incluo aqui a nossa parceria com a Claro, o Campo Conectado. São iniciativas que visam transformar a realidade de muitas áreas próximas?às fazendas ao proporcionar inclusão digital a uma parcela da população hoje desconectada. Isso facilitaria o acesso à educação a distância e a serviços de saúde, por exemplo", conclui Alfredo Miguel Neto, diretor de Assuntos Corporativos da John Deere para América Latina.

Fonte: Da redação, com informações John Deere
MAIS FOTOS