ONU e The Yield Lab lançam Desafio Agtech Sustentável | Tecnologia | Notícias | Novo Rural
(54) 3194-0098 | (55) 99960-4053
PUBLICIDADE
ONU e The Yield Lab lançam Desafio Agtech Sustentável
Startups brasileiras poderão inscrever projetos inovadores até 7 de julho
Segunda, 21 de Junho de 2021
Divulgação

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA/UNEP) e o The Yield Lab Institute anunciaram, hoje, o “Desafio Agtech Sustentável”  para identificar modelos de negócio inovadores e sustentáveis no agro de startups brasileiras.

O desafio é uma oportunidade de impactar positivamente o setor em aspectos como mudanças climáticas e sistemas agroalimentares de toda a América Latina e Caribe. As inscrições estão abertas até 7 de julho pelo site https://www.sustainableagtechlac.com/.

A iniciativa busca startups brasileiras do agronegócio que tenham produtos, serviços ou tecnologias voltadas à sustentabilidade na produção de alimentos e visem soluções para redução das emissões de gases de efeito estufa e dos impactos ambientais, além da otimização do uso de recursos naturais.

“A América Latina e o Caribe são fundamentais para a agricultura global do futuro, especialmente diante da necessidade que temos em construir sistemas agroalimentares que sejam regenerativos e sustentáveis, que atendam uma população global cada vez mais crescente. Hoje, como consequência do aumento das temperaturas e da mudança nos padrões de chuva, a agricultura nessa região é muito vulnerável”, afirma Kieran Gartlan, Diretor no The Yield Lab.

Além disso, a pandemia COVID-19 tornou-se uma oportunidade de realinhar os sistemas produtivos com a natureza, desafiando- a sociedade a repensar alguns dos sistemas que sustentam a economia.

“Há cada vez mais apelos para uma recuperação verde e devemos utilizar a crise como uma oportunidade de construir economias circulares mais inclusivas, resilientes e de baixo carbono”, completa Gartlan.

Todo o setor

O Desafio Agtech Sustentável busca soluções inovadoras em todo o setor produtivo. Entre as categorias, estão comtempladas culturas extensivas (cerejas, abacates, frutas cítricas, uvas, etc), culturas intensivas (milho, trigo, cana-de-açúcar, soja, etc) e proteínas (proteínas animais e proteínas alternativas).

A parceria vai selecionar de três a cinco startups, que terão acesso a mentoria e networking para promover ideias nas áreas de negócios, tecnológico, financeiro e ambiental; além de oportunidade de competir por prêmios e reconhecimentos, que ajudam a dimensionar e desenvolver novas ideias e inovações.

Os finalistas terão ainda o benefício de trabalhar com o PNUMA, The Yield Lab Institute, The Yield Lab LatAm, Universidad Austral de Rosario, BID Lab, Fontagro, a Iniciativa GO4SDGS e a rede de parceiros em negócios, tecnologia e políticas públicas na agricultura e AgTech.

O Desafio Agtech Sustentável será acompanhado pelo desenvolvimento de um relatório de recomendações de políticas pela Universidad de Austral. Esse processo tem como objetivo identificar os principais problemas e barreiras em relação às políticas públicas para startups e ajudá-las a prosperar e obter sucesso em suas soluções na América Latina e no Caribe.
 

Fonte: Da redação, com informações AgEvolution
MAIS FOTOS