Projeto Aquarius lança ferramenta para medir a digitalização do agro | Tecnologia | Notícias | Novo Rural
(54) 3194-0098 | (55) 99960-4053
PUBLICIDADE
Projeto Aquarius lança ferramenta para medir a digitalização do agro
Aplicativo permite quantificar o nível tecnológico e o grau de informação dos produtores rurais em uma escala nacional
Quarta, 16 de Junho de 2021
Divulgação

O projeto Aquarius ingressa em um novo ciclo de inovações e difusão, em que se busca gerenciar uma grande quantidade de camadas de informações e levar aos produtores o uso integrado de tecnologias. Nesse sentido, o projeto estabeleceu uma linha central para os próximos 20 anos, em que será trabalhada a pesquisa e difusão dos processos de digitalização do agro. A apresentação do aplicativo Índice de Digitalização do Agro (IDT), ocorreu na terça-feira, 15 de junho, durante uma live. 

Levando em conta esta nova linha norteadora, o aplicativo permite quantificar o nível tecnológico e o grau de informação dos produtores rurais em uma escala nacional e, ao mesmo tempo, indicar caminhos para adoção de tecnologias 4.0, respeitando a curva de aprendizagem e aumentando a eficiência da adoção dessas tecnologias.

O presidente da Drakkar e coordenador do IDT – junto com a ABDI –, Alan Acosta, releva que o aplicativo é o primeiro passo.

–  Com o lançamento do app, vamos levar o projeto para além do Rio Grande do Sul. Temos a pretensão de expandir as ações de difusão de tecnologia em nível nacional –, conta. 

O Aquarius simboliza uma parceria público-privada, que há 20 anos compartilha conhecimentos entre a indústria, serviços e ensino, em prol do avanço tecnológico do Brasil e no desenvolvimento e difusão dos conceitos da Agricultura de Precisão nacionalmente. O professor e coordenador do projeto, doutor Telmo Amado, destaca a sinergia dos trabalhos do projeto.

– É o projeto mais longevo, em termos de continuidade, da América do Sul, e no ecossistema do mesmo foram desenvolvidas inúmeras tecnologias, além de difundir o conhecimento produzido no âmbito do programa para os produtores rurais, tudo isso somado concomitante à geração e publicação de conteúdos acadêmicos – frisa. 

O presidente da Associação Brasileira de Agricultura de Precisão (AsBraAP), Marcos Ferraz, evidencia a importância desses avanços para a agricultura.

–  Este projeto tem uma temática importante para o desenvolvimento da agricultura de precisão, individualmente, junto aos produtores rurais para que eles saibam onde estão e como usufruir melhor da tecnologia. Além disso, o projeto tem relevância nacional, visto que pode orientar políticas públicas e ações estratégicas, bem como posicionar o Brasil frente às tecnologias – destaca. 

 

Fonte: Samuel Agazzi | Novo Rural
MAIS FOTOS