Programa Troca-Troca de Sementes atinge 78% dos municípios gaúchos | Agricultura | Notícias | Novo Rural
PUBLICIDADE
Programa Troca-Troca de Sementes atinge 78% dos municípios gaúchos
Entre safra e safrinha, vão ser disponibilizadas 136.565 sacas de sementes
Quarta, 16 de Junho de 2021
Fernando Dias/Divulgação

O Programa Troca-Troca de Sementes da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) recebeu pedidos de 14.087 sacas de sementes para a safrinha neste ano de 2021. Destas, 4.508 sacas de milho híbrido convencional, 9.468 de milho híbrido transgênico e 111 de sorgo. Os pedidos encerraram na última sexta-feira, 11 de junho. Foram 4,6 mil pedidos de agricultores pertencentes a 165 entidades de 142 municípios. A entrega ocorre nos meses de novembro e dezembro.

Já para o período da safra foram 122.478 pedidos de sacas de sementes, atendendo 43,6 mil agricultores de 491 entidades em 391 municípios. Deste total, foram 58.307 pedidos de sacas de milho híbrido convencional, 59.848 sacas de milho híbrido transgênico e 4.323 de sorgo. A entrega vai acontecer de julho a setembro.

O programa registrou uma ampliação neste ano, considerando safra e safrinha, chegando a 391 municípios, cinco a mais do que no ano passado. Nesta safra, o programa atingiu 78% dos municípios do Estado. Mas mesmo atingindo mais municípios em 2021, o número de sacas solicitadas foi 9% menor do que em 2020, totalizando 136.565 sacas de sementes. “Mesmo com o cenário financeiro favorável ao cultivo de milho, acreditamos que essa redução é resultado dos dois últimos anos de estiagem”, afirma Jonas Wesz, coordenador do programa. Também o expressivo aumento no valor dos insumos agrícolas faz com que, muitas vezes, o agricultor pense duas vezes antes de investir na produção da nova safra, ressalta Jonas.

Um dos destaques neste ano é a evolução no perfil das cultivares demandadas pelos agricultores. O programa fornece uma ampla gama de materiais para que os produtores possam escolher aquelas mais adequadas ao seu sistema produtivo. E nesta safra houve o aumento de pedidos de cultivares de alto potencial produtivo e com maior tecnologia agregada, dentre as 51 variedades disponíveis neste ano.

“Esse comportamento é reflexo do avanço de tecnologias na agricultura familiar gaúcha, da atuação da Emater/RS com a assistência técnica e da ação focada de qualificação do Programa Troca-Troca de Sementes, buscando a melhoria dos materiais técnicos e o fornecimento de sementes certificadas com elevados padrões de germinação e pureza”, avalia Jonas Wesz.

Fonte: Da Redação, com informações Seapdr
MAIS FOTOS