Custos de produção para avicultura têm grande elevação em maio | Pecuária | Notícias | Novo Rural
PUBLICIDADE
Custos de produção para avicultura têm grande elevação em maio
Analista de mercado aponta que o milho continua sendo o responsável pela subida nos custos de produção de proteína animal
Terça, 15 de Junho de 2021
Divulgação

A Embrapa Suínos e Aves divulgou nesta terça-feira, 15 de junho, o Índice de Custos de Produção de Frango (ICPFrango) referente a maio, e os dados mostram aumento, principalment no quesito da alimentação das aves. De acordo com o levantamento, em relação a abril, houve um aumento de 5,55% no ICPFrango. Em abril, no comparativo com março, o índice havia subido 2,75%.

Segundo o analista da SAFRAS & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, apesar da acomodação dos preços do milho entre maio e junho, o insumo segue em patamares altos, e vem sendo o "vilão" na produção de proteína animal neste primeiro semestre. 

"Além disso, principalmente nas granjas de aves, a energia elétrica é algo que pesa bastante para manter o ambiente controlado para o frango. Vamos ver como deve ficar o segundo semestre, com a entrada do milho safrinha. Mesmo com perspectiva de quebra em algumas regiões produtoras, o preço deve ceder um pouco", disse.

O principal quesito que pesa nas contas do avicultor, a nutrição dos animais, subiu 5,17% em maio, em relação a abril. No acumulado deste ano, a alta na alimentação das aves já representa 17,53%, e entre maio de 2020 até maio deste ano, o avanço foi de 38,45%. Quando se olha para a alta no custo da alimentação registrado em abril, vê-se uma disparada, já que o aumento foi de 0,94% em relação a março. Atualmente, este quesito representa 76,23% do total de custos da produção avícola.

A título de comparação, em maio de 2020, a alimentação das aves representava 71,40% do total de investimentos na granja, segundo a Embrapa. Entre maio de 2020 e o mesmo mês de 2019, a nutrição das aves havia avançado 19,48%, valor muito inferior à alta de 38,45% entre maio de 2020 a maio de 2021.

Como exemplo, no Paraná, Estado que lidera a produção de frangos no Brasil, os custos, de forma geral, chegaram a R$ 5,27/kg de frango,aumento de 5,6% em relação a abril. Comparando o valor com maio de 2020, houve alta de 54,54%. 

No caso da alimentação das aves no Paraná, o investimento médio em maiofoi de R$ 4,02/kg, avanço de 6,9% em relação a abril. Quando se compara com o valor de R$ 2,43/kg na nutrição das aves, registrado em maio de 2020, o aumento é de 65,4%.

Fonte: Da Redação, com informações Notícias Agrícolas
MAIS FOTOS