Cooperativismo em festa: Cooperjab chega aos 30 anos de fundação | Negócios | Notícias | Novo Rural
PUBLICIDADE
Cooperativismo em festa: Cooperjab chega aos 30 anos de fundação
Somando mais de 550 associados, direção comemora consolidação da cooperativa no município de Jaboticaba/RS
Segunda, 14 de Junho de 2021
Gracieli Verde/Arquivo NR

Há exatos 30 anos, 70 agricultores se reuniram em Jaboticaba/RS para fundar oficialmente a Cooperjab, cooperativa de produção agrícola que tinha como principal objetivo fortalecer a agricultura local. No município que soma pouco mais de 3,7 mil habitantes, segundo o IBGE, trata-se de um dos empreendimentos mais imponentes economicamente e, socialmente, tem um papel fundamental em proporcionar mais acesso a produtos e serviços ao setor primário.

– Esses 30 anos representam uma consolidação, proporcionado o crescimento conjunto da cooperativa e dos associados. De nada adianta termos uma boa sede, uma boa estrutura, se o produtor associado não cresce conosco – ressalta o atual presidente da Cooperjab, Irramir Piccin.

Gracieli Verde/Arquivo NR

Gracieli Verde/Arquivo NR

Segundo ele, a palavra de ordem dentro da cooperativa é proporcionar melhores condições de desenvolvimento às famílias rurais associadas, de modo que tenham acesso a insumos, demais produtos agropecuários, bem como assistência técnica tanto na agricultura como na pecuária de leite – outra atividade relevante no município, que é essencialmente agrícola. 

O prefeito de Jaboticaba, Luis Cloves Molinari Silva, reforça a importância da Cooperjab para o município do ponto de vista econômico e social.


– Hoje a cooperativa é a empresa que mais dá retorno de ICMS para o município. Além disso, é a que mais emprega pessoa na nossa cidade e ajuda ainda mais na arrecadação do nosso município. E também faz um trabalho social muito importante em conjunto com outras entidades. Tudo que a gente faz em Jaboticaba, a Cooperjab está presente – reitera.

Atualmente a Cooperjab conta com 556 associados. Além do recebimento de grãos, mantém negócios no ramo agropecuário, com a venda de insumos e produtos em geral, supermercados e oferta assistência técnica especializada, com agrônomos e veterinários. Segundo o presidente, a ampliação das estruturas de recebimento de produtos agrícolas está prevista para ocorrer em breve, assim como se estuda a inserção em novos investimentos. Isso faz parte da busca por maior atuação e fortalecimento da cooperativa como um todo. “Isso é fruto também da credibilidade que construímos nesses 30 anos”, acrescenta Piccin.

Fonte: Gracieli Verde/Novo Rural
MAIS FOTOS