Irrigação Inteligente: Produtor de grãos visa três safras ao ano | Tecnologia | Notícias | Novo Rural
FREDERICO WESTPHALEN - RS
PUBLICIDADE
Irrigação Inteligente: Produtor de grãos visa três safras ao ano
Produtividade aumentou 65% na primeira colheita de soja com uso dos novos pivôs centrais
Terça, 06 de Abril de 2021
Divulgação

O agricultor Antonio Luís Revolta pretende colher três safras de soja após verificar os resultados do uso de pivôs de irrigação com tecnologias inteligentes.

Apenas na primeira colheita, em fevereiro deste ano, ele já alcançou aumento de 65% na produtividade, de 40 para 66 sacas por hectare, na região de Barretos (SP).

Os resultados mostram que a irrigação inteligente se tornou ferramenta fundamental para manter a competitividade e garantir retorno rápido e significativo ao produtor.

Cooperado da Coopercitrus, o produtor contou com o suporte técnico da cooperativa para elaborar um projeto de irrigação e adquirir um sistema por pivô central com as melhores tecnologias.

Segundo Revolta, o pivô já era um desejo antigo. Há quatro décadas cultivando grãos em uma propriedade de 260 hectares, o agricultor viu sua produtividade cair por conta das secas registradas nos últimos dois anos, e tomou a decisão de investir em um sistema de irrigação robusto para recuperar os resultados.

Instalado em setembro, o pivô da marca Valley foi colocado à prova em outubro, no início da safra de soja com quatro irrigações, suficientes para acelerar a produção. Enquanto efetuava a colheita, o operador de máquinas e braço direito do cooperado, Bruno Garcia, analisava o resultado da produção.

“Antes da irrigação, a gente colhia cerca de 40 sacas por hectare. Agora, nossa média de produtividade está em 66 sacas. Além disso, vamos ter tempo de fazer uma safra de milho logo depois da colheita, antes do vazio sanitário”, comenta Bruno, já planejando uma terceira safra no ano.

Irrigação

Para melhorar ainda mais a eficiência, o pivô agrega o que há de mais inovador no mercado. Todas as torres do pivô se movimentam juntas, o que evita impactos entre elas e reduz custos com manutenção, além de contar com um sensor meteorológico para captar dados como temperatura, chuva e umidade relativa do ar.

Fonte: Da redação, com informações da Agevolution
MAIS FOTOS
COMENTÁRIOS