Senar-RS abre curso sobre alimentação de bovinos de leite | Pecuária | Notícias | Novo Rural
PUBLICIDADE
Senar-RS abre curso sobre alimentação de bovinos de leite
Aulas serão realizadas na modalidade semipresencial
Terça, 08 de Junho de 2021
Rafaela Rodrigues/Arquivo Novo Rural

Por ser um animal ruminante, uma vaca leiteira é capaz de transformar alimentos não essenciais, como forrageiras, em produtos com valor econômico. Mas se a propriedade busca incremento na produtividade dos animais, terá de ir além da alimentação por pasto, silagem e feno. A dieta dos bovinos de leite precisará incluir minerais, vitaminas e concentrados.

Para ajudar o produtor nessa jornada nutricional - que pode significar 70% dos custos da produção, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-RS) disponibiliza o curso Nutrição de Bovinos de Leite, agora na modalidade semipresencial.

Conforme o técnico em formação profissional rural do Senar-RS, Pedro Faraco, o objetivo do curso é esclarecer os produtores sobre a importância e o impacto de uma nutrição adequada para a produtividade do rebanho. Isso passa por conhecer os nutrientes contidos nos alimentos e suas funções, as exigências nutricionais dos bovinos de leite e, mais importante: reconhecer a individualidade nutricional de cada animal.

"É preciso saber quanto desempenha cada animal para tirar o potencial máximo dele. Aí entra um pouco de gestão. Às vezes, o produtor está investindo em ração e nutrição para um animal que não tem potencial, e deixando de investir em outro que pode ter melhor desempenho [em produtividade]. Tem de tratar indivíduo por indivíduo", diz Faraco.

O curso semipresencial Nutrição de Bovinos de Leite tem 14 horas de duração, sendo que 10 são on-line. Durante cinco dias, o produtor receberá duas horas de conteúdo teórico pela tela do computador ou do smartphone. As quatro horas finais são práticas e individuais, durante a visita do instrutor na casa do participante.

Os interessados em participar devem entrar em contato com o Sindicato Rural de seu município ou de sua região, e solicitar a participação no programa. De acordo com a demanda, a partir da mobilização realizada pelo parceiro, um técnico habilitado pela entidade será designado para ministrar as aulas.

Fonte: Da Redação, com informações do Senar-RS
MAIS FOTOS
COMENTÁRIOS